Não mereço Salvação


“Então, Jesus foi com eles. E, já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo.”
(Lucas 7:6-7)

Este versículo ressalta a história de um homem, que apesar do poder temporal que obtinha, pois era um centurião, sentia-se indigno de não apenas receber Jesus em sua casa, mas até mesmo de dirigir-se a Ele.

Assim como este centurião, existem pessoas que se sentem tão fracas e pecadoras que não conseguem, sequer, vislumbrar a possibilidade de que algum dia possam vir a ter um encontro pessoal com Jesus. Sentem-se pecadoras e indignas demais para serem alcançadas por Deus, mas muitas delas, apesar desse sentimento de culpa que as corrói, são pessoas que carregam dentro de si a fé e a esperança de que esse encontro um dia se realize.

Elas não conseguem explicar esse conflito que as acomete.

Apesar de sentir-se indigno de chegar à presença de Jesus o centurião não negligenciou a possibilidade de ver seu servo curado e por essa razão enviou homens de sua confiança para encontrarem Jesus e expor-lhe o drama pelo qual estavam passando: Seu servo pela doença que portava e ele mesmo por sentir-se impotente para providenciar-lhe a cura pela qual tanto ansiavam. Jesus ouviu o clamor desse homem e curou o seu servo como vemos no restante da narrativa de (Lucas 7:1-10)

Por que existem pessoas que se sentem assim tão pecadoras e indignas de irem ao encontro de Jesus e chegam até mesmo a dizer que não merecem a Salvação?

O diabo, inimigo de nossas almas é o principal autor desses sentimentos, ele mesmo usa até versículos bíblicos contra nós para nos enganar e dizer que não alcançaremos mais o perdão de Deus.

Em primeiro lugar, coloca no coração do pecador que ele é tão ruim que Deus nunca haverá de perdoá-lo. Essa é uma grande mentira promovida por ele, pois foi por causa dos pecadores, como eu e você, que Deus decidiu enviar o que tinha de melhor a esse mundo; Ele enviou o seu próprio Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz do Calvário e através de seu sangue ali derramado resgatar toda a humanidade pecadora.

Em segundo lugar o diabo tenta nos influênciar a acreditar que não somos dignos do perdão e da restauração, ele faz isso de modo bastante sutil. Aprendemos desde pequenos que atos bons são recompensados e que atos maus são punidos. E transferimos isso automaticamente para nosso relacionamento com Deus.

Pensamos: Deus não pode me amar, pois já fiz tantas coisas erradas. Ou então:

-Não sou digno de salvação, pois sou crente e já conheço a palavra, mas mesmo assim sempre acabo caindo no pecado, Deus deve me odiar!

Mas esperaí, quem é digno de Deus? Porventura sois salvos pelas obras? -Não. Somos salvos pela graça, a graça é dom de Deus. (Efésios 2:8-9)

A grande verdade é que Deus ama até o maior pecador. A única coisa que Ele quer é que reconheçamos que somos maus para que Ele possa nos curar. Basta arrepender-se que Deus lança seus pecados no fundo do mar. E Deus por uma escolha dEle nunca vai lá no fundo do mar buscar de volta estes pecados.

(Isaías 43:25) - Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro.

Outra coisa, nunca poderemos comprar nossa salvação. Ela é um presente de graça, uma dádiva. Nossa obediência é apenas uma resposta de gratidão pelo que Deus já fez por nós.

Porque, mesmo estando tão feliz, ainda não me sinto digno de Cristo? Parece que ser Cristão é ter que ser o mais fiél e puro possível e não sei se posso ser assim.

(Seu sentimento é muito natural.)

Quem de nós não luta contra sentimentos de inadequação. Talvez na infância não recebemos todo o carinho e a apreciação que necessitávamos. Talvez sejamos pessoas do tipo “detalhistas ou perfeccionistas” que quer ter certeza de que tudo está certo nos mínimos detalhes, mas que perde um pouco da leveza e da espontaneidade dos momentos felizes...

Não importa. Deus ama você do jeito que você é. Há lugar (muito lugar) no reino de Deus para os perfeccionistas. O que seria do mundo e da igreja sem o talento daqueles que sempre acham que podem fazer melhor?

Há lugar também para aqueles de corações feridos nas batalhas da vida que tem medo de não conseguir.

Jesus disse:- Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. (Mateus 11:28)

- Que os homens se apoderem da minha força e façam paz comigo; sim, que façam paz comigo. (Isaías 27:5)

- Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. (1João 1:9)

- Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; (João 1:12)

Lembre-se: Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade. (Filipenses 2:13)

Ser um cristão de qualquer denominação, não significa ser uma super pessoa. É apenas amar e seguir fielmente as instruções dAquele que tanto nos amou a ponto de morrer por nós.

Como você já deve ter percebido, há muitos irmãos que ficam longe do ideal de Deus para eles. Felizmente há outros que seguem a Cristo bem de perto. Quero animá-lo a não olhar para os homens e também não temer o julgamento dos homens. Só Deus conhece os corações. Siga a Cristo o mais próximo que você puder.

Cristo é o nosso alvo e o nosso viver. Ele fará de você um grande vencedor!! Pode confiar.

By: Ivan Ferreira.

4 Comentários:

BLOG RÁDIO disse:

Obrigado por compartilhar conosco tão linda mensagem, vinda do Coração de DEUS para nossos corações.

Mr.Jones disse:

gostei do texto amigo.
abçs e um belo dia.

gabriel disse:

Deus é maravilhoso... nos nao merecemos o seu amor... mesmo assim ele me ama!


Gabriel Rocha

Principe Encantado disse:

Amigo que maravilha de texto, sem muitas palavras, muito obrigado por essa leitura.
Abraços forte

COMENTE, SIGA, ASSINE O FEED, SEJA INTERESSADO!