Maldita teologia da prosperidade!



Sem querer entrar no mérito de julgar, ou mesmo ridicularizar ninguém pois, como cristãos aprendemos a amar e a não julgar os outros para que não sejamos julgados.

Minha opinião é a seguinte:

Dízimo é para ser dado sim, nós fazemos isso para ajudar a obra de Deus aqui na terra, para a conservação da igreja, e para outras demais necessidades.

O que não é digno é esta pregação que esta iludindo e enganando o povo de Deus.

Nós ofertamos para agradar ao Senhor, sem nada em troca pois sabemos que a palavra diz:(Mateus 6:33) "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas."

Mas o que eu vejo é uma teologia barata que diz falsamente que se dizimarmos conquistaremos bençãos materiais, riquezas, carros importados, mansões e etc.
Esquecendo-se da palavra de Salvação, da importância de sermos fiés e termos temor a Deus. Vejo pessoas agarradas a esta falsa teologia, depois se frustam pois não conseguiram obter as promessas de bençãos materiais e culpam a Deus, perdem sua fé e passam a viver no mundo.

Esta falsa teologia da prosperidade pode conseguir novas pessoas para a igreja, mas não é o bastante para firmá-las pois, com o passar do tempo irão surgir as adversidades e como elas não estão firmadas na palavra do Senhor, elas caem.

Nosso objetivo como seguidores de Cristo é conseguir almas para Jesus e não iludi-las com falsas promessas que consequentemente as levarão ao afastamento de Deus e grande ira para com a sua palavra.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Amaldiçoada seja para sempre... Maldita seja!
Você que engoda os olhos dos humildes com promessas de riqueza
Você que corrompe o coração dos puros com o amor ao dinheiro que é a raiz de todos os males
Você que suja e enegrece a mente daqueles que ao invés de riquezas alimentariam o coração de esperança da salvação
Você que trai o evangelho se dizendo parte do mesmo

Você que é usada e explorada como negócio no campo das idéias mas longe está do espírito
Você que está tão entranhada em um mundo que respeita o ter e não o ser
Você que mente em prol de uma boa causa, mas o seu verdadeiro intento é o poder e Mamom
Você que seca rios e fontes de vida eterna que jorrariam de verdadeiros crentes

Você que cospe na cara daqueles que defendem o verdadeiro evangelho de amor e graça
Você que é defendida por aqueles que sustentam que todo crente deve ser podre de rico e que não reflete a triste realidade de nossos irmãos
Você que como teologia parece vir de mãos dadas com os fariseus cheios de rapina e imundícia em seu interior

Você que não me interessa, pois a graça, a misericórdia e amor do Senhor me sustentam
Você que não me interessa, pois o reino de Deus está dentro de mim e não fora
Você que não me interessa, pois o Senhor me sustenta enquanto durmo
Você que não me interessa, pois que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?

1 Comentário:

Sérgio Marcondes Soares disse:

Olá amigo!

Se todos forem para a igreja, seja qual for, e derem os seus dízimos e as igrejas ficarem ricas com isso não veria nada de mal nisto.
Acredito que o grande problema não está no dízimo e sim nas campanhas de 'sacrifícios financeiros', onde pessoas necessitadas dão tudo o que tem imaginando o retorno financeiro imediato e terreno do seu sacrifício.

Além de ser maldoso essa prática é criminosa, porém quando se investiga é o "Diabo" se levantando contra "Deus".

Não tenho dúvida nenhuma que esses pseudo-pastores não acreditam em Deus ou não têm medo do inferno.

Um forte abraço!

COMENTE, SIGA, ASSINE O FEED, SEJA INTERESSADO!